22 setembro 2010

Medicina narrativa



Rita Charon é uma médica norteamericana que veio a Portugal participar no colóquio internacional «Narrativa e medicina: doença e diálogo». Na entrevista que concedeu a Ana Gerschenfeld, define medicina narrativa como "(...) a prática clínica - dos médicos, enfermeiras, terapeutas, assistentes sociais, capelães - reforçada por competências narrativas."


O meu pai contava que Egas Moniz, o nosso prémio Nobel da medicina, dizia que um médico que só fosse médico nem médico era. De forma menos lapidar, Rita Charon vem dizer-nos o mesmo: os médicos não podem ser apenas técnicos de medicina - e fá-lo graças a uma técnica que combina ciência e literatura. Duas culturas, em suma...